Saiba mais sobre os problemas de visão

Dicas sobre os problemas de visão mais comuns

Escolha a dica, clique e leia mais sobre o assunto

Miopia Hipermetropia Astigmatismo Presbiopia Catarata Estrabismo Fotofobia Glaucoma Conjuntivite Descolamento de Retina Degeneração Macular

Miopia

A miopia é a dificuldade de enxergar de longe. Isso acontece quando a imagem é formada antes da retina, por ser o globo ocular mais longo que o normal.

A correção da miopia é feita com as lentes NEGATIVAS, também chamadas de lentes CÔNCAVAS ou DIVERGENTES.

Hipermetropia

A hipermetropia seria o contrário da miopia, pois a imagem é feita depois da retina. Caracteriza-se pela dificuldade de visão de pontos próximos e o olho hipermetrope possui formato achatado.

As lentes corretivas da hipermetropia são as POSITIVAS, também conhecidas como CONVEXAS ou CONVERGENTES.

Astigmatismo

Deficiência caracterizada pelo formato irregular da córnea ou do cristalino. Desta forma, a luz é focada em dois pontos diferentes no olho, criando uma imagem distorcida. Os sintomas vão do desconforto visual em casos mais suaves a uma distorção muito forte das imagens em casos mais sérios.

Presbiopia

A presbiopia é a deficiência de visão para leitura, também conhecida como “vista cansada”. Acontece por volta dos 40 anos, quando o cristalino perde sua elasticidade, responsável pelo foco dos objetos de longe e de perto.

Nesse caso, é necessária uma consulta com seu ótico para que seja sugerida uma lente específica para cada tipo de atividade, seja lazer ou profissional. Embora todas as lentes para presbiopia tenham por objetivo proporcionar a recuperação da visão de perto, nem todas possuem as mesmas características.

Catarata

A catarata ocorre quando o cristalino fica opaco. O cristalino é uma lente transparente natural, situada na parte anterior do olho e que foca a luz sobre a retina. Quando essa lente natural fica opaca e formando névoas, se caracteriza a catarata. Na maioria das vezes sua correção é cirúrgica, onde se substitui o cristalino por uma lente intra-ocular.

Estrabismo

Ocorre principalmente em crianças, mas também pode ocorrer em adultos. Corresponde à perda de paralelismo entre os olhos. Existem três formas de estrabismo, o mais comum é o convergente (desvio de um dos olhos para dentro), mas podem ser também divergentes (desvio para fora) ou verticais (um olho fica mais alto ou mais baixo do que o outro). O estrabismo normalmente é corrigido com óculos ou cirurgia e protetor ocular (tampão).

Fotofobia

Fotofobia é a sensação de sensibilidade ou aversão a qualquer tipo de luz. A sensação produzida é caracterizada pela incidência da luz nas células da retina, fato que provoca aflição. Existem diversas possibilidades desta alteração de sensibilidade, como em doenças, inflamações, alergias e em grande parte dos casos por astigmatismo.

O tratamento da fotofobia é variável, depende da causa. Em casos de doenças, necessita-se tratá-la o quanto antes, mas em casos onde não há nenhum tipo de doença, não há tratamento. Nesse caso, o que há de se fazer é proteger os olhos da claridade utilizando lentes/óculos adequados.

Glaucoma

É caracterizado pelo aumento da pressão intraocular. Uma das causas pode ser a obstrução do escoamento do humor aquoso do olho. Seu excesso aumenta a pressão nas paredes do olho e resulta na compressão das estruturas oculares. Entretanto, existem outras causas, que devem ser investigadas pelo oftalmologista. Glaucoma é uma doença que afeta pelo menos uma em cada cinqüenta pessoas idosas, muitos não percebem o glaucoma em seus estágios iniciais, uma vez que não há sintomas de dores e a visão central é preservada. Mais do que qualquer outra doença o glaucoma precisa ser detectado precocemente para que o tratamento seja bem sucedido, seja através de medicamentos ou até intervenção cirúrgica.

Conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva ocular, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Em geral, ataca os dois olhos, pode durar de uma semana a quinze dias e não costuma deixar seqüelas.

Descolamento de Retina

Descolamento de retina é uma enfermidade do olho caracterizada pela separação das camadas fotossensível e de suporte da retina. Usualmente causada por trauma, ou por uma existência prévia de uma pequena ruptura na camada fotossensível, por onde entra o fluido intraocular forçando a separação das camadas. Vem acompanhada de vários sintomas como flashes de luzes, manchas escuras se movendo, e perda parcial de visão. Se não tratada imediatamente geralmente leva a perda total de visão. Um oftalmologista deve ser consultado o mais rápido possível. O tratamento pode incluir a utilização de laser, e várias técnicas cirúrgicas específicas.

Degeneração Macular

Degeneração macular é uma condição médica geral dos adultos mais velhos, que resulta em uma perda de visão no centro do campo visual (a mácula), devido a danos na retina. Torna difícil ou impossível de ler ou reconhecer rostos, embora permaneça visão periférica suficiente para permitir outras atividades da vida diária.